ArtigosÚltimas novidades

5 problemas de carreira gerados por não ter o aprendizado prático

O Coordenador da Graduação em Administração do Ensino Einstein, João Paulo Bittencourt explica sobre a importância da prática durante o processo de aprendizagem

O aprendizado na prática é a melhor solução para o estudante que procura aperfeiçoamento no seu conhecimento e inserção no mercado de trabalho desde cedo. No entanto, não são todos que conseguem essa bagagem com excelência e, infelizmente, possuem uma formação com defasagem em conteúdo prático.

Imagine um estudante de Administração que acessa as melhores teorias e casos de gestão durante o curso. Ele consegue analisar as estratégias da Tesla e da SpaceX, mas ainda não sabe como resolver os problemas da vida real das organizações, como fazer um pedido de compras e negociar o preço, ou lançar um novo produto no mercado.

Veja abaixo 5 problemas que podem ser gerados por não ter o aprendizado prático adequado, e como você pode evitar cometê-los na sua carreira acadêmica e profissional:

1 – Desenvolvimento contínuo 

Com a aprendizagem prática, o estudante consegue entender como a lógica se aplica no cotidiano, como ser mais ágil no planejamento e na ação, justamente por estar constantemente aprendendo com seus erros e melhorando suas estratégias para não cometê-los novamente na “hora do vamos ver”.

2 – Falta de experiência no mercado de trabalho 

A falta de prática no aprendizado interfere na empregabilidade e na geração de novas oportunidades, uma vez que o estudante só possui o conhecimento teórico e não sabe aplicá-lo adequadamente na rotina de trabalho. Além disso, a prática influência nas competências e habilidades que podem ser incluídas no currículo profissional, e sem elas, as chances de contratação por uma empresa qualificada serão mais baixas.

3 – Deficiência na união da teoria com a prática 

Uma vez que os cursos usualmente ensinam conteúdos de nível estratégico, o estudante terá um déficit em unir os conteúdos que viu em sala de aula com o que acontece no dia a dia do trabalho, o que dificulta o entendimento da rotina profissional e, consequentemente, a performance em suas atividades.

4 – Ausência de comunicação com outros profissionais

A falta da prática no aprendizado diminui a comunicação com outros profissionais. Isso torna lenta a adaptação de jovens profissionais em ambientes de trabalho, dificulta os trabalhos em equipe e a gestão de grupos de pessoas, uma vez que existe menos treinamento em saber ouvir e ser ouvido.

5 – Baixo desenvolvimento profissional 

Quanto menos “mão na massa” o estudante possui, menos desenvolvimento profissional ao longo da faculdade ele(a) terá. Ao saber aplicar a teoria à prática, isso não só aumenta as chances do profissional de ser contratado, além de colocá-lo em vantagem em relação à sua concorrência, uma vez que tem maiores chances de saber lidar de maneira mais rápida, inovadora e eficaz com problemas.

O novo curso de Administração do Einstein é um dos únicos do Brasil que oferece diversas oportunidades para colocar tudo que o aluno aprende em prática, simultaneamente com as aulas, e desde o primeiro semestre da faculdade. E tudo isso é avaliado por um Escritório de Carreira que realiza a avaliação e o acompanhamento dessas experiências, ajudando a transformar a vivência em aprendizado.

Ao analisar esses 5 problemas gerados pela falta de aprendizado na prática, o novo curso de Administração do Einstein criou uma matriz curricular que proporciona mais de 1000 horas de práticas desde o primeiro semestre do curso.

O estudante Einstein vivencia, desde o início do curso, as práticas em um ambiente complexo e inspirador que as organizações de saúde oferecem. Além disso, poderá optar por múltiplas experiências adicionais, todas avaliadas e acompanhadas pelo escritório e carreira do curso. Ao longo do curso, o estudante da Administração Einstein se tornará um profissional de excelência para gerir com eficiência e eficácia uma organização.

Artigo escrito por: João Paulo Bittencourt – Coordenador da Graduação em Administração do Ensino Einstein, com apoio dos estudantes André Nacata, Giovanna Grazielle e Nicole Lobo.

Cursos Relacionados

Notícias relacionadas