Eu indicoÚltimas novidades

Aumento da população idosa impulsiona especialização em Gerontologia

Propósito e cuidado centrado no paciente trazem visibilidade e reconhecimento para grupo assistencial focado na atenção a idosos

A paixão e o propósito na área da saúde são dois grandes princípios que movem profissionais genuinamente preocupados em oferecer os melhores cuidados centrados no paciente. É o caso da Médica Oftalmologista paraense, Dra. Cynthia Charone. Sempre disposta a ajudar pessoas idosas, ela passou a pesquisar formas de contribuir ainda mais com os casos de glaucomas entre os pacientes de suas clínicas de saúde.

Para isso, começou a aplicar questionários para descobrir as necessidades desse público, a fim de melhorar a saúde e a assistência como um todo. O resultado da pesquisa foi comovente: a solidão. “O que eles mais precisavam era de companhia. Alguém para conversar, tomar um café, ir ao supermercado…. Isso me deixou extremamente emocionada e decidi me empenhar mais nesse segmento”, relembra a Dra. Cynthia.

Naquele momento surgiu uma oportunidade, por meio de uma chamada pública do governo do estado do Pará, dirigida a clínicas que oferecessem atendimento em Geriatria, Psicologia e Nutrição para idosos. “Era o nosso caso e fomos uma das duas clínicas aprovadas para começarem a trabalhar nesse escopo, em 2012”, diz a Médica, que é presidente do Grupo Cynthia Charone, especializado na atenção a idosos.

Essa experiência representou para ela um divisor de águas, pois desde então começou a fortalecer o modelo de serviço adaptado a esse público, com atendimentos multidisciplinares e transdisciplinares. Preocupada em acolher todas as necessidades de seus pacientes, ela optou em 2014 por fazer a Pós-graduação em Gerontologia do Ensino Einstein. “Eu fiquei muito impressionada como o curso transformou não somente a minha vida profissional, mas a pessoal também”.

Com o intuito de aprofundar seus conhecimentos em relação ao envelhecimento de forma holística, a Médica encontrou no curso a mesma proposta de cuidado integrado. “Foi justamente o caminho que estava percorrendo. Eu e a Fisioterapeuta, que é colaboradora da minha empresa, ficamos encantadas com o alto nível do ensino. Fiz questão de proporcionar o curso para ela no mesmo período em que eu fiz”, revela.

Durante a formação, ela conheceu uma profissional de Educação Física e a convidou para atuar em uma de suas clínicas em Belém. Convite aceito. “A colaboradora trabalha comigo até hoje e gosta muito da nossa cidade”.

Dessa forma, durante um ano as três viajaram a cada 15 dias de Belém a São Paulo, para realizarem a especialização e com mais conhecimento continuarem a implantação do novo tipo de atendimento que seria exemplo para o Brasil e outras partes do mundo. “A Pós-graduação do Einstein possibilitou colocar em prática com clareza e assertividade todos os nossos planos e muito mais”, alegra-se a Dra. Cynthia.

O seu modo de trabalho é acompanhar os idosos que passam por suas clínicas com total proximidade. “Eu fiquei tão impactada com o aprendizado, que passei a pensar que tinha de apresentar ainda mais soluções concretas para os meus pacientes em todos os sentidos”.

 Do Einstein para Belém

Na ocasião, a empresária procurou as lideranças do Ensino Einstein para verificar a possibilidade de levar o curso para outros colaboradores que ficaram em Belém. “Eu queria proporcionar a mais profissionais essa experiência vivida em uma instituição de referência mundial. Eu queria que eles se engajassem ainda mais naquilo que fazíamos na prática, mas não sabíamos a teoria”.

No mesmo momento, ela e a equipe do Ensino Einstein começaram a desenhar como seria levar a especialização a Belém e, desde então, Cynthia já formou cinco turmas compostas por cerca de 20 colaboradores de sua empresa na Pós-graduação em Gerontologia. A última turma colou grau em outubro passado, por meio do programa in Company da Instituição.

Para ela é uma realização preciosa e merece comemoração. “Hoje mais de 100 dos nossos profissionais obtiveram essa especialização. Acredito que seja o único serviço do Pará e talvez do Brasil em que toda a equipe de assistência tem o título de Pós-graduação em Gerontologia, ainda mais sendo pelo Einstein, que apresenta uma qualidade indiscutível”.

Envelhecimento populacional

As 16 unidades clínicas da Dra. Cynthia atualmente atendem mais de 10 mil idosos na atenção primária e secundária, caminhando para inaugurar uma filial em Fortaleza e outra em São Paulo, além da concretização do protejo que prevê entrar no segmento hospitalar. “Com o envelhecimento populacional em grande escala, tem sido fundamental expandir esses serviços, com foco em colaborar com mais pacientes e o sistema de saúde brasileiro”.

Segundo a Médica, os estudos com base em evidências devem ser frequentes. Depois da especialização em Gerontologia, ela cursou a Pós-graduação em Estilo de Vida e Coaching de Saúde e em Transtorno do Espectro do Autismo: Atenção Multiprofissional, ambas no Einstein.

A iniciativa de englobar o autismo em suas especialidades partiu da conversa com mães de crianças autistas que a procuraram para sugerir que ela passasse a trabalhar com esse segmento. Não pensando duas vezes, a Médica além de começar seus estudos na área também matriculou onze de seus colaboradores no mesmo curso que o dela. “O autista vai envelhecer e nós também estaremos preparados para atendê-los com qualidade e muito amor”.

Prêmios como sinal de reconhecimento

Dra. Cynthia Charone

 

 

 

 

 

 

 

Todos os esforços da especialista e a relevância que ela atribui à educação continuada vêm conquistando respeito e visibilidade fora do Brasil. Em 2019, o Grupo Cynthia Charone foi incluído entre as 22 melhores empresas de um total de 200 companhias participantes em todo o mundo, com o recebimento do Prêmio Internacional Silver Eco & Ageing Well, realizado no Japão. Seus trabalhos também foram reconhecidos pela Câmara dos Deputados, em Brasília.

Em 2022 na França ficou ente os 10 melhores produtos voltados ao envelhecimento desenvolvidos durante a pandemia do novo coronavírus. A empresária visa a excelência do cuidado em tudo o que faz. “O que torna o ser humano um pouco melhor, além de Deus, é ter estudo e se aprofundar no trabalho fazendo o que gosta.

A experiência que tive e continuo tendo com o Ensino Einstein me trouxe mais competências para lidar com as adversidades e situações difíceis de uma maneira ainda mais humanizada, pois sempre podemos nos superar”. E conclui: “Os valores do nosso grupo são o amor, a fé, o comprometimento, a empatia, a compaixão, o respeito, a excelência e a humanização”.

Cursos Relacionados: 

Notícias relacionadas