Eu sou EinsteinÚltimas novidades

Pós-graduação em Cirurgia Robótica Einstein oferece Certificação por Equivalência da Intuitive

O treinamento em Cirurgia Robótica é uma etapa obrigatória para todo cirurgião que deseja operar pacientes utilizando esta tecnologia e uma possibilidade de excelência é a Pós-graduação Internacional em Cirurgia Robótica Lato Sensu, oferecida pelo Einstein. Saiba mais:

Técnica cirúrgica minimamente invasiva com manobras conduzidas pelo Cirurgião e executadas por um robô, a Cirurgia Robótica demanda uma formação específica dos Médicos. Um dos passos recomendados para a certificação nesse método é cursar uma Pós-graduação. Em nível Lato sensu ela possui um programa amplo de aprendizado e de especialização, que explora as habilidades do profissional a fim de contribuir com os conhecimentos e competências, para que possa avançar no uso dessa tecnologia aplicada em sua área.

Durante o curso o profissional passa por todas as atividades teórico-práticas exigidas, sendo preparado tanto para atuar no dia a dia com o uso clínico do robô cirúrgico, quanto para obter a certificação de Cirurgião Robótico. “A habilitação por certificado complementa a Pós-graduação e suas atividades relacionadas”, esclarece o Coordenador Executivo da Pós-graduação em Cirurgia Robótica de Cabeça e Pescoço do Einstein, Dr. Renan Bezerra Lira.

Além disso, o curso de Pós-Graduação atende aos pré-requisitos das sociedades de especialidades médicas, possibilitando que o cirurgião obtenha também o reconhecimento de sua proficiência nesta esfera.

Nenhuma formação atualmente no Brasil prepara o profissional para as novas técnicas em Cirurgia Robótica. “Por isso, o recomendado é passar pelo programa de Pós-graduação, que é uma das vias de treinamento para o Cirurgião chegar à certificação”, explica Dr. Renan.

Desde setembro, o Centro de Excelência em Cirurgia Robótica do Einstein incluiu, no programa de Pós-graduação em Cirurgia Robótica, a Certificação por Equivalência da Intuitive Surgical, líder global na fabricação de equipamentos robóticos minimamente invasivos. “É uma conquista muito grande, pois trata-se de reconhecer que a prática inserida no nosso programa de Pós-graduação é equivalente à dessa empresa”, orgulha-se a Coordenadora do Programa de Cirurgia e Cirurgia Robótica do Einstein, Luciana Machado.

Dessa forma a Certificação por Equivalência é estendida às Pós-graduações de todas as especialidades do Ensino Einstein: Ginecologia, Cabeça e Pescoço, Urologia, Cirurgia Geral, do Aparelho Digestivo e Coloproctologia e Cirurgia Torácica. “O Cirurgião que participar de todo o nosso programa de treinamento, cumprindo seus requisitos, já poderá ser habilitado para utilizar o equipamento”, complementa o Coordenador Médico do Programa de Cirurgia e de Cirurgia Robótica do Einstein, Dr. Bruno Figueiredo Muller.

Como funciona na prática?

Ao concluir os requisitos obrigatórios determinados pela Intuitive, incluídos no cronograma de cada especialização, o participante receberá o Certificado por Equivalência em Treinamento para Cirurgião de Console, emitido pela empresa. “Devido à sua qualidade, solidez e seriedade, a certificação é válida mundialmente e corresponde ao mesmo documento que o profissional receberia se realizasse a capacitação pela Intuitive”, diz Dr. Bruno.

A partir daí, o Médico habilitado em Cirurgia Robótica será acompanhado por um Proctor do Einstein de sua área por, no mínimo, dez operações. O título de Proctor indica que o Cirurgião é habilitado em Robótica com notório saber e destreza, qualificado a supervisionar o profissional recém-certificado em todas as cirurgias realizadas no início de sua curva de aprendizado.

A quantidade de cirurgias proctoradas é determinada por cada especialidade. No Einstein, os Proctors acompanham os cirurgiões em treinamento, de acordo com a sua especialidade. Eles também são avaliados pela equipe multidisciplinar. “O objetivo é analisar o nível de excelência do Cirurgião que está se formando, a interação com os profissionais e a forma como o conhecimento está sendo transmitido e absorvido entre as equipes”, explica o Dr. Renan.

Padrões de segurança

O certificado da Intuitive, seja por equivalência ou por atividade em Cirurgia Robótica, não é obrigatório em todos os estabelecimentos hospitalares. “Mas cada hospital, junto com seu Programa de Robótica define, de acordo com seus critérios, o treinamento que exigirá de cada cirurgião. Para operar um paciente no Einstein é obrigatório ter a certificação completa, inclusive da Intuitive, por se tratar de um nivelador de grau máximo que consequentemente repercute em maior segurança aos nossos pacientes”, informa Luciana.

No dia 28 de março foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) uma resolução do Conselho Federal de Medicina (CFM) que regulamenta a Cirurgia Robótica. Conforme o texto, que classifica esse procedimento como sendo de alta complexidade, o Diretor Técnico do hospital deve “conferir a documentação que garante a capacitação e competência do cirurgião principal, do Cirurgião-instrutor em Cirurgia Robótica e dos demais Médicos membros da equipe”.

Para o paciente, uma Cirurgia Robótica que segue todos os padrões de segurança tende a diminuir o risco de sequelas, ser menos invasiva, mais precisa, possibilitando maior rapidez na recuperação e melhores resultados estéticos e funcionais. Já o Cirurgião é beneficiado por poder operar em espaços restritos do corpo, com certas aplicações que permitem desfechos mais satisfatórios do que os métodos tradicionais, além de ampliar sua atuação no mercado.

Saiba mais e conheça nossos cursos: 

Notícias relacionadas